Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

8 tendências de marketing e do mundo digital que vão definir 2017

Estudo da Fjord Accenture revela as oito tendências digitais que darão o tom para marcas e empresas em 2017

O que acontecerá, agora, em 2017? O relatório Fjord Trends 2017 traz algumas boas respostas.
O estudo da Fjord, braço de design e inovação da Accenture Interactive, traz as tendências do marketing e do marketing digital para marcas e empresas no próximo ano.
Confira as oito tendências que nos esperam em 2017:
1. Histórias efêmeras
Em um mundo onde todo mundo é um storyteller em potencial, o que fazer? Em 2017, marcas continuarão a contar histórias – focando no que elas estão fazendo, não apenas “no que estão dizendo”. Além disso, marcas terão de dar alguns passos para atrás e dar mais espaço para que os próprios consumidores contem as suas histórias, à sua maneira. Histórias ao vivo e rápidas continuarão a dar o tom.
2. Reprogramando
O maior desafio de qualquer marca e empresa será responder às mudanças, se adaptar às inovações com agilidade. Elas terão de centrar seus esforços …

Waze cria ferramenta que mostra marcas favoritas durante trajeto

McDonald's inaugura nova funcionalidade do app: usuários podem marcar e ver suas lojas e marcas prediletas

Na próxima vez que você usar o seu Waze enquanto dirige, ele vai lhe dizer onde está o McDonald’s mais fácil de parar para uma boquinha.

O Waze lançou a ferramenta “Favorite Brands”, que permite que o usuário selecione suas marcas prediletas e possa visualizá-las no mapa no aplicativo.

A funcionalidade foi inaugurada, no Brasil, em parceria com o McDonald’s.

Em breve, outras marcas chegarão ao Waze e poderão ser adicionadas pelos usuários em seus trajetos.

Os usuários podem adicionar pins em suas rotas, marcando lojas e estabelecimentos prediletos. Também terão a opção de serem lembrados quando alguma loja estiver nas proximidades.

A ferramenta, assim, trabalha em duas vias: promove uma marca, com seu nome e logo aparecendo no app; ao mesmo tempo, é uma funcionalidade útil ao usuário e controlada por ele. Não é propaganda intrusiva ou vazia de sentido.

Junto com o “Favorite B…

Agora você poderá fazer compras dentro do Instagram

Nova ferramenta será lançada nos EUA e permite usuário pesquisar e comprar produtos a partir das fotos dentro do app

Que tal fazer uma compra online dentro da sua conta do Instagram?

O app anunciou que está testando uma nova ferramenta para permitir a compra de produtos dentro de seu feed.

A partir da semana que vem, vinte marcas de varejo nos EUA vão estrear a funcionalidade.

As 20 marcas que terão a ferramenta: Abercrombie & Fitch, BaubleBar, Chubbies, Coach, Hollister, J.Crew, JackThreads, kate spade new york, Levi’s Brand, Lulus, Macy’s, Michael Kors, MVMT Watches, Target, Tory Burch, Warby Parker e Shopbop.

Na função, a foto da marca ganha a opção “Tap here to view products” (“clique aqui para ver os produtos”).

A ação revela os nomes e preços dos produtos presentes na foto (como sapatos, roupas e bolsas) que podem ser comprados.

Se a pessoa se interessar pelo produto, o botão “shop now” (“compre agora”) a direcionará para o site da marca.

Segundo o Instagram, o diferencial d…

Facebook coloca anúncios em seu Messenger

Rede social está testando, com alguns usuários, publicidade do Messenger

Depois de colocar anúncios no feed de notícias dos usuários, a ideia da marca é explorar a sua aba de mensagens em 2017.

O Facebook anunciou, na semana passada, que já está testando publicidade no Messenger, afetando alguns usuários na Austrália e na Tailândia.

Depois da fase de testes, a mudança será feita gradualmente para outros usuários e outros países.

Os anúncios são no estilo “carrossel’ (anúncios enfileirados horizontalmente e que podem ser “passados” pelos usuários) e ficam entre as seções “favoritos” e “ativos agora”.

Por enquanto, eles estão apenas nessa página inicial do Messenger. Não há previsão (por enquanto) de que irão aparecer também nas janelas de conversa.

Segundo o Facebook, o conteúdo das mensagens dos usuários não está sendo levado em conta para mostrar tais anúncios.

Tampouco marcas começarão a mandar mensagens via Messenger sem requisição do próprio usuário.

Fonte: Exame